O caso do logótipo da Whirlpool

Um logótipo com “duas cabeças”!

Este artigo serve para argumentar que um designer gráfico deve evitar ter dois “pormenores de originalidade” no mesmo logótipo. Por “pormenor de originalidade” entendemos que é um elemento gráfico que dá personalidade e o distingue de outros logos.

O logótipo da Whirlpool que colocamos em cima retrata bem a situação que queremos demonstrar. É um logótipo que não usa a fórmula clássica de ícone + título mas sim um título com “pormenores de originalidade”. Neste caso temos um título com a palavra que denomina a marca que é complementado, normalmente, por um grafismo em sintonia com a palavra e que seja representativo para a marca. O problema da Whirlpool, até há pouco tempo,  é que o seu logótipo tinha dois pormenores, o remoinho em cima do W e a oval que orbita as letras. Ironicamente o slogan da marca era Designed to simplify!

Whirlpool significa remoinho em inglês, um nome que deve ter sido originado por causa do movimento giratório das máquinas de lavar que foram o primeiro produto da marca. Os primeiros 3 logótipos da marca, que podemos ver na figura em cima não tinham nenhum dos elementos em questão. Em 1966 aparece o remoinho por cima do W, uma solução interessante e representativa. A oval é introduzida em 1992 e durante décadas os dois pormenores coexistiram. Em 2011 mantiveram-se os elementos mas a tipografia tornou-se mais simples, sem serifas.  Este novo elemento fez com que o logo parecesse algo ligado à exploração espacial com uma galáxia e um astro em órbita!

Recentemente a marca decidiu manter a oval e eliminar o remoinho tornando o logótipo mais simples e interessante. Como podemos observar em cima, o novo logótipo deixando apenas a oval amarela em torno da palavra é muito mais equilibrado. Os dois elementos entravam em conflito e apenas serviam para tornar a comunicação da marca mais difícil e menos memorável. 

Consideramos ser um pouco estranho terem-se decidido pela oval em vez do remoinho visto que representaria melhor a marca como já referimos em cima. Ainda assim mais vale ter uma solução menos representativa do que a solução anterior.

Concluindo, um logótipo deve ser  original mas não deve ter vários detalhes em competição pela atenção do observador. A Whirlpool melhorou bastante com a última modificação ao seu logótipo e deixou de ser um mau exemplo de design gráfico.

 

Nota: para sugestões de correcção por favor use os comentários para o fazer

 





Blog Logótipo.pt

Pretendemos fazer uma analise descontraída ainda que convicta dos nossos trabalhos e também dos trabalhos de outros designers...

Tentamos sempre ver os pontos positivos de cada caso e de igual forma os pontos negativos e expô-los perante o leitor que pode comentar os nossos textos e participar com a sua opinião acerca do que criticamos e do que criamos.


site.pt

Artigos Relacionados



Comente ou deixe a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *