Farfetch tem novo logótipo

O unicórnio tem um novo look!

A empresa Farfetch é bastante conhecida e tornou-se um ícone para todos os empreendedores portugueses, uma empresa “unicórnio” que todos anseiam imitar para chegar rapidamente ao sucesso e aos lucros milionários.

A nós interessa a mudança do logótipo que aconteceu recentemente e que, como de costume, está a criar alguma estranheza pelas redes sociais.

A empresa tinha um logótipo interessante, com personalidade e que parecia representar bastante bem a sua identidade. O logótipo começou por ter alguma cor, era apenas composto por um tipo de letra muito ortogonal, simples e com pormenores interessantes onde se criaram efeitos que simulavam dobras nos diferentes caracteres. Com uma economia de recursos criava-se um logótipo adequado e com alma.

Os pormenores de cor posteriormente foram eliminados tornando o logo menos dinâmico, mas conservando a sua imagem de marca. Como podemos ver em cima, o logo perde as “dobras de cor”, tornando-se mais formal e elegante. Pensamos que foi um sinal do amadurecimento da marca que se insere no mercado da moda onde a monocromia do design gráfico impera.
Era um tipo de letra interessante e que se relacionava facilmente com a importante vertente tech da empresa.

Neste momento aparece um logótipo no website que é simplesmente a palavra FARFETCH utilizando a Helvetica Extended. À primeira vista, parece-nos uma solução completamente sem imaginação, sem alma, sem criatividade… mais uma marca que opta por este tipo de solução genérica, que nos parece não estar ao nível de uma empresa do calibre da Farfetch.
Junto com o aparecimento desta palavra em Helvetica aparece um ícone FF que poderia ser interessante se o tratamento gráfico fosse mais aprimorado. Este ícone aparece nas redes sociais e no favicon do website.

Procuramos pelas redes sociais mas não encontramos o ícone e a palavra utilizados em conjunto. Seria interessante ver se vão funcionar sempre separados ou se existe a possibilidade de funcionarem juntos. O ícone é composto por dois Fs encaixados partilhando a linha horizontal inferior. É um ícone já bastante explorado em outros logótipos e por vezes com melhores resultados. No exemplo em cima podemos ver um trabalho de um designer (Evan Delagrange) de 2018 que encaixa os dois caracteres de forma mais harmoniosa apostando em curvas concêntricas na dobra dos F. Parece-nos que esta solução teria sido mais feliz para o ícone.

Analisando a palavra FARFETCH e o ícone FF, ficamos com a impressão que têm estilos diferentes, os Fs da Helvetica são feitos com ângulos de 90º e o ícone com curvas. Talvez tivesse sido interessante modificar ligeiramente a palavra para partilhar esta características com o ícone. Podem ver o que acham desta solução no esboço que fizemos, em baixo.

Quando escrevemos sobre o novo logótipo da Zara, descobrimos que muitas das marcas cimeiras do mundo da moda, onde a Farfetch opera, estão a passar por uma simplificação dos seus logótipos para tentar apelar a um público mais jovem.

Temos inúmeros exemplos como a Burburry, a Saint Laurent, Berluti, Balmain entre outras. Lemos também que esta simplificação procura um sentimento de intemporalidade e de sofisticação que comparam a um smoking. Se pensarmos bem, realmente o smoking é um item de vestuário que é quase similar em qualquer marca e que tem a tal intemporalidade mencionada. O problema é que além dessas duas características tem falta de originalidade, tem uniformidade e passa uma imagem de falta de criatividade. As marcas de moda não são smokings, são as suas colecções, são cores, são soluções inovadoras, padrões inusitados e muitos outros aspectos de grande originalidade! Parece-nos que no mundo das marcas de moda, além da intemporalidade interessa a originalidade, a distinção e a irreverência!

Apesar de alguns destes logótipos serem interessantes pelas opções de tipografia utilizadas a Farfecth utilizando a Helvetica Extended, uma tipografia tão utilizada que perde qualquer tipo de demarcação, é genérico e bastante básico o resultado. Uma espécie de marca branca sem personalidade, insistindo, sem alma.

No Facebook da marca apareceram de imediato vozes a pedir o logótipo antigo de volta, vozes a dizer que o novo ícone se se espreguiçar poderia ser uma suástica e outras comparando o novo logo a um logótipo da fórmula 1 dos anos 70!

Sabemos muito bem, que toda a mudança traz críticas, umas bem aplicadas e outras disparatadas. No nosso campo, do design gráfico, é certo que muita gente se vai opor a qualquer mudança mas temos que concordar que esta não foi para melhor.

Se descobrirem alguma imprecisão no artigo estamos disponíveis para modificá-lo, por favor contactem pelo geral@logotipo.pt





Blog Logótipo.pt

Pretendemos fazer uma analise descontraída ainda que convicta dos nossos trabalhos e também dos trabalhos de outros designers...

Tentamos sempre ver os pontos positivos de cada caso e de igual forma os pontos negativos e expô-los perante o leitor que pode comentar os nossos textos e participar com a sua opinião acerca do que criticamos e do que criamos.


site.pt

Artigos Relacionados



Comente ou deixe a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *