A Google tem novo logótipo

googs-new

A Google sempre foi muito temerosa em relação à mudança do seu logótipo inicial, (podem ler acerca disso aqui) mas muito recentemente apareceu com mais um passo no processo de modernização do seu conhecido logo colorido.

 

Desta vez, a operação gráfica consistiu em mudar o tipo de letra do estilo clássico serifado para um estilo mais moderno sem serifas e com uma geometria pura bem vincada. A Google há pouco tempo foi “introduzida” na Alphabet que se tornou a empresa mãe desta mega multinacional e suas derivações, talvez para assinalar essa mudança tenham posto à prova os designers gráficos internos que chegaram a uma solução mais simples e moderna. É bom verificar que finalmente se livraram de um estilo de letra antiquado que não fazia sentido numa empresa ligada à evolução e inovação tecnológica que diz sempre de si própria que não é convencional.

“ A Google não é uma empresa convencional. Não tencionamos tornarmo-nos numa.” Larry Page (Co-Fundador da Google)

goog

O processo criativo a julgar pela imagem em cima parece ter ido muito mais longe em termos de originalidade do que o resultado final.

Analisando o novo logo, temos que concordar que houve uma evolução muito positiva e que tem continuidade com o passado da marca e com a identidade gráfica da empresa.

A palavra Google por si só é uma marca e adicionando as cores primárias que nos fazem lembrar os legos (ou até a Microsoft) poderíamos escrever a palavra em qualquer tipo de letra que teríamos imediatamente “um logo” Google.

googs

A nova identidade  é complementada por mais 2 recursos gráficos principais, que podemos ver em cima, os 4 pontos coloridos e o G colorido. A Google tem um logo que precisa ser muito mais polivalente do que as empresas comuns visto que possui inúmeros suportes e inúmeras aplicações possíveis em todas as valências tecnológicas que a formam enquanto grupo. Esta nova imagem gráfica teve em conta tudo isso de uma forma unificada e daí o aparecimento dos pontos e do G que servem de uma forma eficaz os objectivos da sua existência. Os pontos servem para momentos de transição e fazem vários efeitos e movimentos consoante diversas situações. Quanto ao G, serve para quando a aplicação é feita em espaços pequenos como por exemplo no favicon nos browsers.

Concluindo esta breve crítica, a Google mudou para melhor e finalmente tem a nosso ver um logótipo adequado a uma empresa deste nível e desta natureza. Como ponto fraco e sem atirar as culpas para os designers autores desta actualização, a única coisa a apontar é o conjunto de cores ser o mesmo da Microsoft, uma empresa que opera no mesmo ramo e com a qual se cruza muitas vezes. Talvez um passo mais arrojado no futuro seja mudar a paleta de cores.

Podem ver o processo de design na própria página da Google Design.

Blog Logótipo.pt

Pretendemos fazer uma analise descontraída ainda que convicta dos nossos trabalhos e também dos trabalhos de outros designers...

Tentamos sempre ver os pontos positivos de cada caso e de igual forma os pontos negativos e expô-los perante o leitor que pode comentar os nossos textos e participar com a sua opinião acerca do que criticamos e do que criamos.


egoi

Artigos Relacionados

Comente ou deixe a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *