Logótipos: Rolling Stones

Considero este trabalho um dos logótipos mais bem sucedidos da história do design gráfico e as razões penso que são óbvias, é um logótipo com 40 anos que é conhecido e reconhecido globalmente e é um logótipo que ao longo destas quatro décadas manteve sempre a sua valência como representante dos Rolling Stones. A boca com a língua exposta é universalmente conhecida, é um símbolo pop por excelência e um símbolo muito bem construído graficamente.

Foi projectado por John Pasche em 1970 um estudante de artes que aparentemente se inspirou na icónica boca de Mick Jagger, na atitude irreverente e anti-autoridade da banda e numa clara conotação sexual que movia a juventude na altura. Pasche tinha na altura 24 anos e recebeu pelo seu trabalho uns bons 40£ para a altura e dois anos mais tarde devido ao sucesso do seu trabalho mais uns 200£, o designer refere também como inspiração a deusa hindu Kali, deusa da inesgotável energia que caracteriza tão bem a maneira de estar dos Stones!

Os Rolling Stones foram dos primeiros a reconhecer o potencial que tem uma marca gráfica como representante duma banda de música. O logótipo foi apresentado com o álbum Sticky Fingers de 1971 e começou aí o seu reinado de sucesso indiscutível que sobra até hoje.

Uma característica que atesta bem o valor do logótipo é que nunca precisou de ter uma tipografia aliada a si, ou seja é universalmente reconhecido apenas pelo símbolo, deixando assim o título para segundo plano.

Este logótipo aparece tão bem estruturado, com uma ilustração tão elementar e simples que se mantém actual até aos dias de hoje 40 anos depois da sua criação, o tom vermelho fortíssimo e os brilhos lascivos introduzidos no grafismo são intemporais e o logótipo é uma marca fortíssima devido a esta sua forma provocadora e o seu tom vermelho provocante.

Ao longo destas 4 décadas este logótipo foi aparecendo com variações nos tons, com diferentes tipografias mas manteve sempre a sua personalidade forte em harmonia perfeita com a própria banda e os seus protagonistas.

Concluindo, este logo tem a simplicidade e economia de meios que lhe permite a intemporalidade e a constante frescura e identificação por parte da camada jovem. Além destas características gráficas tem por trás uma banda em completa simbiose com a imagem e esta relação de harmonia é o melhor condimento para o bom resultado de um logótipo.

Jonh Pasche fez um dos melhores trabalhos a nível de logótipo de sempre na minha opinião e merece ser reconhecido por este óptimo trabalho!

 





Blog Logótipo.pt

Pretendemos fazer uma analise descontraída ainda que convicta dos nossos trabalhos e também dos trabalhos de outros designers...

Tentamos sempre ver os pontos positivos de cada caso e de igual forma os pontos negativos e expô-los perante o leitor que pode comentar os nossos textos e participar com a sua opinião acerca do que criticamos e do que criamos.


site.pt

Artigos Relacionados



Um comentário em “Logótipos: Rolling Stones

Responder a Edvaldo Xavier Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *