Novos logótipos, Windows

Foi com ansiedade que aguardamos  a saída do design para o novo logo do Windows e foi com decepção que o vemos materializado. Todos sabemos que existe uma feroz rivalidade entre a Microsoft (detentora do Windows) e a Apple estando esta última um passo  sempre à frente, quer em termos de design quer em termos de qualidade e fiabilidade. O novo design Windows é bastante singelo e tem como apanágio um retorno às origens. A pergunta chave que anda a percorrer a net foi feita pela Paula Scher autora do novo logo e famosa designer nova iorquina da companhia Pentagram: "Se o vosso nome é janelas (Windows) porque é que têm como símbolo uma bandeira?". Logo à partida esta parece-nos uma visão muito simplista do logo ainda em vigor do Windows que obviamente que para além de uma bandeira o logo é uma janela e que pela sua ondulação nos parece ser uma janela original e fora do comum auspício de um produto inovador. Ao longo dos anos o logótipo do Windows tal como é normal foi tendo actualizações ele que começou por ser um rectângulo com os cantos arredondados com um conjunto de linhas a cortar o mesmo que nos fazem lembrar a geometria de um quadro de Piet Mondrian (neoplasticismo) num tom de azul suave, a analogia com as janelas ainda não era completamente clara aqui. Com o desenvolvimento do software e das potencialidades dos sistemas operativos do Windows os seus logos foram-se transformando e ficando cada vez mais complexos a janela estática tornando-se num híbrido janela/bandeira que persistiu até esta mudança com as devidas actualizações que cada vez mais tornasvam o logo numa simulação de 3D.

Apesar de gostarmos do estilo gráfico do novo logo que busca a origem, a bidimensinalidade, a simplicidade e funcionalidade temos que apontar vários aspectos que nos parecem mal pensados. O primeiro é o conjunto entre o ícone da janela e o título estar mal conseguido dando a ilusão do título estar por trás da janela visto esta estar em perspectiva , a solução para este problema era básica bastando inverter o ponto de fuga da mesma (em baixo).

Aliás se virmos o próprio "banner" no website da Microsoft temos um "tablet" disposto desta forma em relação ao texto informativo!

Outro aspecto é a escolha da cor, vimos um comentário na net que fazia uma piada com os famosos ecrãs azuis dos sistemas Windows que como sabemos quando aparecem é muito mau sinal e daí o logo poder ser conotado com falta de qualidade e de rigor. Por outro lado todo o processo explicado no website da Pentagram mostra-se muito débil, com apresentações e esquemas muitos rudimentares para justificar as opções tomadas o que vem confirmar em certa medida a suspeita de que o processo não foi tão bem maturado quanto uma marca como a windows necessitaria.

 

"As coisas das quais nos livramos são coisas que as pessoas ligadas á industria tech pensam que os grafismos têm que ter gradientes e fogo de artíficio"

O novo design veio complementar a filosofia de Design Metro da Microsoft que se baseia no uso de uma tipografia com os princípios de funcionalidade e simplicidade do design suiço clássico. Paula scher diz que o título Windows 8 foi fornecido pela equipa da Microsoft metro e que o trabalho da Pentagram foi desenhar o ícone. A tipografia utilizada é baseada na Segoe UI e tem um desenho bastante simples com uma legibilidade optimizada ao máximo.

 

 

 

"Windows é realmente uma bela metáfora para o mundo da informática e com o novo logo nós quisemos celebrar a ideia de uma janela em perspectiva" diz Sam Moreau um director da Microsoft.

Concluindo, o novo logo da Windows desenhado pela Paula Scher parece-nos aquém do que poderia ser, concordamos com o que a designer diz sobre um logo de uma entidade como a Windows não tem que ser necessariamente um mostruário de efeitos de desenho vectorial mas a solução que ela apresentou além de não ter personalidade suficiente não tem a melhor fundamentação teórica. A janela não nos mostrou a melhor perspectiva!

Blog Logótipo.pt

Pretendemos fazer uma analise descontraída ainda que convicta dos nossos trabalhos e também dos trabalhos de outros designers...

Tentamos sempre ver os pontos positivos de cada caso e de igual forma os pontos negativos e expô-los perante o leitor que pode comentar os nossos textos e participar com a sua opinião acerca do que criticamos e do que criamos.


site.pt

Artigos Relacionados



Um comentário em “Novos logótipos, Windows

  1. Existe uma explicação para o ícone ser voltado para esquerda.
    Segue o trecho: "Que salto! Não sou um Microsoft hater, mas confesso que até o Windows 7 eu achava que a Microsoft não ligava muito para o design. E talvez seja até verdade. Você provavelmente já ouviu falar, ou percebeu antes, que os ícones do Windows 7 são todos voltados para a esquerda, certo?
    Até o XP todos eles eram voltados para a direita, já que por padrão o usuário senta de frente para a tela, olhando diretamente para seu centro, e portanto se os ícones estiverem voltados para a direita, eles estarão na direção de quem está usando o computador. Isso desperta uma sensação de que está tudo organizado de maneira natural, a mesma que temos quando arrumamos um quadro torto ou organizamos nossa pilha de livros. O contrário também é verdadeiro."
    Ver artigo completo: http://tecnoblog.net/94259/windows-8-design/

Comente ou deixe a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *