História do logótipo da Google

Todos conhecemos o Google e já não vivemos sem a sua preciosa ajuda e sem as suas respostas quando as dúvidas sobre tudo nos surgem! A Google é uma empresa icónica e está presente em todo o Mundo. O Logótipo da Google é inconfundível e sempre que surge uma alteração, por mais pequena que seja, é notícia em todo o lado.

Vamos fazer uma viagem no tempo e analisar a história do Logótipo da Google e todas as alterações que este sofreu ao longo dos anos.

google-artigo-1

O primeiro logótipo da Google surgiu em 1997 e pertencia à versão beta do motor de busca. Era um logótipo muito simples e parecia saído do WordArt do Microsoft Word. Já nesta primeira versão podíamos identificar as principais cores da marca, que se mantêm até hoje. A qualidade deste logo era muito má, começando pelo “G” que por ser em vermelho se confunde com a própria espessura o que dificulta a leitura. Sendo uma palavra inventada (a inspiração foi o termo matemático googol) deveria colocar a legibilidade em primeiro lugar. É claramente o trabalho de um amador que estava longe de imaginar que esta empresa iria ser uma das mais importantes do nosso tempo! Pelo que conseguimos perceber, visto que a legibilidade é má, a tipografia utilizada é a Arial Bold.

google-artigo-2

Em 1998 a marca apresentou um logótipo já com mais semelhanças à imagem atual. Uma introdução neste logo que se foi mantendo ao longo de quase 20 anos foi a sombra das letras projectadas no fundo que substituiu o efeito de espessura do logo anterior. Este logótipo tinha também um efeito de volume onde as letras parecem ter um relevo arredondado. O lettering apresentado já tinha um maior cuidado estético e é fruto do trabalho de um dos fundadores da empresa, Sergey Brin utilizando o software opensource GIMP. A tipografia que Sergey escolheu para substituir a Arial do logo anterior foi a Baskerville Bold.

google-artigo-3

 

Logo no ano seguinte houve uma nova mudança embora mantendo a mesma “alma” gráfica de qualidade duvidosa. As cores modificaram-se a nível da ordem pela qual aparecem e mantiveram-se as mesmas e no mesmo lugar desde esta altura. Um pormenor interessante é que foi adicionado um ponto de exclamação suspeitamente “retirado” do logo da Yahoo! Este pormenor durou pouco tempo como vamos ver já a seguir.

google-artigo-kedar

 

Foi em 99 que o Google começou a ter a relevância que tem hoje em dia e foi neste mesmo ano que a empresa decidiu contratar um designer para trabalhar o seu aspecto gráfico. A escolha recaiu sobre a empresa de Ruth Kedar. Em cima mostramos as propostas que a designer fez à marca.

google-artigo-kedar-vencedor

 

Podemos ver o esboço “vencedor” em cima, como podem reparar, a evolução não foi muito notória. Não conhecemos as premisas que a Google deu a Ruth Kedar, esta apresentou esboços sempre com o mesmo tipo de cor e sempre com tipografias serifadas (talvez por imposição da Google). Apresentou algumas ideias para dinamizar o logótipo utilizando os “o” mas pelo que nos parece a Google preferiu continuar sem jogos gráficos. Houve apenas uma substituição da Baskerville Bold pela Catull Regular e um trabalho de aprimoramento do efeito de relevo e sombras projectadas no fundo. Por cá até preferimos a versão anterior com a Baskerville que apesar de tudo é um tipo de letra mais simples e mais dotada a ambientes informáticos como o monitor de computador. Nesta fase o logo da Google ganha também o pormenor do “TM”, ou seja, Trade Mark.

google-artigo-4

Em 2010, 11 anos depois do último trabalho gráfico, houve uma subtil modificação ao logo. Este tornou-se mais elegante reduzindo a sombra projectada, clarificando os tons das cores e reduzindo o efeito de relevo. Este foi mais um passo no paulatino processo de depuração do logótipo.

google-artigo-5

Em 2013 a marca apresentou um novo logótipo, onde as sombras e relevo desapareceram. Há uma vontade de actualizar o logo face às tendências da altura que apostavam em grafismos bidimensionais. É notória a evolução positiva que o logótipo sofreu passados 15 anos. Em 2013 a imagem da Google era já bastante sóbria e com uma identidade muito própria. Como podemos ver apesar da vontade de evolução houve sempre uma resistência grande à mudança. As alterações são sempre muito subtis, uma espécie de gradiente do tridimensional até ao bidimensional.

google-artigo-6

Por fim, em 2015, o logótipo actual apresenta um lettering muito mais contemporâneo e legível. Finalmente a Google perdeu o “medo” de mudar e provou que mesmo perdendo a tipografia serifada mantém uma imagem de marca forte e cimentada nos utilizadores de tecnologia informática de todo o mundo. O tipo de letra utilizado é a Product Sans desenvolvida pela Google. Este tipo de letra é uma espécie de aprimoramento da clássica e competente Futura.

Finalmente podemos dizer que o motor de busca mais utilizado do globo tem um logótipo de boa qualidade. A próxima mudança não será fácil visto que o logo está muito depurado e muito bem conseguido.

O que pensa da evolução do logótipo da Google ao longo dos anos?

Veja aqui também o nosso artigo: O novo Logótipo do Google

 





Blog Logótipo.pt

Pretendemos fazer uma analise descontraída ainda que convicta dos nossos trabalhos e também dos trabalhos de outros designers...

Tentamos sempre ver os pontos positivos de cada caso e de igual forma os pontos negativos e expô-los perante o leitor que pode comentar os nossos textos e participar com a sua opinião acerca do que criticamos e do que criamos.


site.pt

Artigos Relacionados



Comente ou deixe a sua opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *